24 de janeiro de 2019

MULTIFACETA


Não sou sem personalidade
Mas posso ter cem personalidades
Não uso máscaras para demonstrar os meus sentimentos
Meu choro não esconde a minha felicidade
Enquanto o meu sorriso não omite as minhas lágrimas
Mudo de aparências sem mudar a essência

Algumas pessoas podem dizer que sou bipolar
Mas me defino como multifaceta
Pois assim posso ser todos e ninguém quando convém
Por mais que eu tento não consigo ser igual
Prefiro ser diferente sem me destacar
Assim vou vivendo a vida

Arthur Claro

Essa poesia foi criada num momento de surto, a imagem foi retirada do Google.