15 de maio de 2014

ANDO MUITO TRISTE


Amantes não somos por escolha sua
Longe você está de mim
Idiota sou agora na rua
Nunca vou encontrar um fim
Esquecido por você que quer meu sofrimento

Ando muito muito triste agora
Agora ando muito muito triste

Vingança não cura um sentimento
Amigos podemos ser considerados
Dores sinto no meu pobre peito
Ignorante foi pensar que poderíamos ser namorados
Arregaçado e destruído estou nesse leito

Ando muito muito triste agora
Agora ando muito muito triste

Bosta de vida que estou vivendo
Inseguro eu fui e acabei fazendo merda
Solução não existe e agora estou morrendo
Coração bate numa batida frenética e lerda
Agravante é o meu estado
Tarde é para me salvar da morte
Escuro está sem você ao meu lado

Ando muito muito triste agora
Agora ando muito muito triste

Praticamente não tenho muita sorte
Impossível é conseguir viver
Retratos de um amor inexistente
Agradeço por você aflorar meu sofrer
Na sua atitude mordaz me feriu a mente
Humilhado e tratado como um animal
Antes de tudo descobri esse seu lado mal

Arthur Claro

Essa poesia foi criada à partir de um fora que eu tomei, pois a menina falou que me queria e depois de muito tempo ela me disse que não queria nada comigo. Uma dica aos leitores, o nome da menina está na poesia, os mais espertos encontraram, se encontrar me procurem em particular e pergunte se é o nome.

7 comentários:

  1. Olá Arthur! Vim retribuir sua visita lá no meu blog, muito obrigada! =)

    Bom fim de semana!

    vintagepri.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. O sol sempre brilhará amanhã!O tempo não cura,mas certamente,ameniza a dor.Mas,não se esqueça,a vida é uma roda gigante,ela é dinâmica,ela brinca conosco.E a morte,é o início de tudo!

    Beijão,Arthur!Dani.

    ResponderExcluir
  3. É um belo poema. Deu pra sentir o que você quis dizer.
    Parabéns pelo Blog e obrigada por me visitar! Volte mais vezes, será muito bem-vindo.

    http://rejane-ferreira.blogspot.com.br/2014/05/eu-nao-sou-uma-princesa.html

    ResponderExcluir
  4. Força aí que tudo dá certo no final. Através da dor podemos alcançar muitos aprendizados :)

    http://www.estrelaminha.com/

    ResponderExcluir
  5. Aline vadia biscate piranha, hahahaha!

    ResponderExcluir
  6. Nossa me identifiquei com esse seu poema Arthur.
    É tocante e induz a reflexão, de como o nosso coração pode ser magoado, pelo outros,
    e pior por nós mesmos...Talvez hoje eu também esteja andando triste assim...
    Mas para todo mau há cura, e temos que ir a sua procura sempre...
    Abçs Arthur

    ResponderExcluir