29 de abril de 2016

NÃO APRENDI DIZER ADEUS - ALEXANDRE NERO

Essa música não é de autoria do Alexandre Nero, mas a interpretação juntamente com o clipe é muito boa, vale a pena ouvir e ver.


Segue aqui duas outras músicas que são de autoria do Alexandre Nero que já postei aqui neste blog.


28 de abril de 2016

A MINHA QUERIDA


Longe de casa e perto de você minha querida
Estou aqui para confortar todas as suas lágrimas
Não vou deixar ninguém te fazer sofrer
Agora e sempre vamos se divertir de noite e de dia
Minha doce amada comigo você está protegida
Seu sorriso me enche o coração de felicidade

Nossas bocas e línguas se entrelaçam sem parar um minuto
O seu olhar angelical ornado numa face gentil
Seus cabelos castanhos que acaricio para te acalmar
Você é linda tanto interiormente como exteriormente
Não estou dizendo para te agrada e sim a realidade
Penso em você a cada instante do dia e da noite

Sinto que cada vez mais vamos se aproximando
Nossos corações estão se unindo até transformar num só
Querida sempre que precisar vou estar do seu lado
Nas alegrias e nas tristezas conte com o meu apoio
Pode pedir sem pestanejar que vou fazer com orgulho

Eu e você juntos até os últimos segundos


Arthur Claro


Essa poesia foi criada para nenhuma mulher específica, foi a união de vários versos que eu já tinha escrito isoladamente, eu reuni e ai nasceu esta poesia amorosa.

21 de abril de 2016

MELODIA DE UMA NOTA SÓ


Sento-me na frente do piano
Fico lembrando várias e belas composições
Beethoven, Bach, Mozart e Vivaldi
Todos com sua genialidade aflorada
Muita complexidade exaltando muita beleza
Composições que marcam meu simples coração

Continuo na frente do piano
Não sei o que tocar para te agradar
A única melodia que sai é simples
Ela possui uma nota só
Pode ser diferente
Mas é tudo que consegui

Você sorri maravilhada
A melodia de uma nota só
O romantismo simples
Sorriso que me agrada sempre
Beleza que não tem fim
Eu e você unidos como um só

Permaneço na frente do piano
Acabei minha apresentação para você
Então você me aplaude entusiasmada
Eu te agradeço com um beijo
Sei que esse momento você não vai esquecer
Tudo em torno da melodia de uma nota só

Arthur Claro


Essa poesia foi criada pensando no som de um piano ao fundo e um ar bem romântico.

20 de abril de 2016

5 MULHERES QUE EU ACHO LINDA PARTE 3

Voltei para a terceira parte das mulheres que eu acho linda, vejam aqui a primeira e a segunda parte (PARTE 1 e PARTE 2), os critérios ainda são os mesmos.


FAMKE JANSSEN: O nome e a foto não ajuda a ninguém a saber quem é ela, mas ao pesquisar no Google vemos que ela deu vida a Jean Grey dos filmes do X-Men, eu achei ela linda logo que vi ela atuando nos filmes do X-Men, ela como a personagem Jean Grey são lindas.



KATY PERRY: Me lembro do dia que ouvi a música I Kissed a Girl (VEJA O CLIPE) achei a voz dela muito linda e depois vi que além da voz ela é linda por inteira, as músicas sucessoras também são boas vale a pena ouvir.


JULIANA PAES: Não me recordo quando vi ela pela primeira vez na TV, mas sei que vi que ela era linda e ainda continua linda.


JULIA RABELLO: A primeira vez que eu vi um vídeo dela no canal Porta dos Fundos, vi que ela é uma boa atriz e linda também, ela me fez rir com cada vídeo que ela atuou no canal Porta dos Fundos.


SAMARA FELIPPO: Eu assistia Malhação (sim eu assistia Malhação) quando ela fez o papel da Érica, desde então acho ela linda.


Estas foram as 5 mulheres que eu acho linda de hoje, quem sabe faço outros posts dessa lista sem fim.

18 de abril de 2016

400º POST (COISAS DE ARTHUR CLARO)


Hoje é o dia do 400º post deste blog, o que significa pra você que está lendo? Significa que você foi contemplado com o dom da leitura e pode ler este post de número 400, agora sabe o que significa pra mim? Significa que eu criei 400 posts para este blog. Vamos comemorar, mesmo que não seja um ótimo dia para se comemorar, pois é segunda-feira e quase nenhum mortal da face da Terra é feliz, se alguém é feliz na segunda-feira pode se encaminhar para a NASA e fazer alguns exames. Mas voltando aos posts desse blog, eu recomecei esse blog repaginado no dia 25 de maio de 2014 sem pretensão nenhuma de conseguir chegar na marca de 400 posts, mas com o tempo fui vendo que mesmo sem muitos comentários e visitas numéricas (estas visitas não me valem como termômetro de aprovação e nem de reprovação, pois não ganho dinheiro por visitas, muito menos ganho grana fazendo nada para este blog). O conteúdo deste blog continuou com as mesmas coisas que já vinha tendo e eu só acrescentei duas TAGS de um blog falecido de humor, mas ele continua numa fanpage do FACEBOOK, este blog vai sobrevivendo conforme eu consigo, meus posts são quase sempre improvisados, tirando as poesias que já estão prontas. Agora segue abaixo o link dos outros posts que comemorei o feito.



15 de abril de 2016

MOTIVOS PELOS QUAIS BOTECO É MELHOR QUE BALADA



  • Você pode sentar e ninguém vai te julgar por estar sentado;
  • Não precisa se levantar para pedir uma cerveja;
  • Não precisa gritar com as pessoas para conversar;
  • Tem petiscos (amendoim, azeitona, tremoço, calabresa acebolada, moela frita entre outros) para comer;
  • Na sexta-feira dá para ir direto do trabalho, sem mesmo trocar de roupa;
  • A bebida custa mais barato que a conta de luz;
  • Dá para assistir futebol, mesmo que seja de um time desconhecido que está na 5ª divisão.

Possui outros motivos, mas esses foram os que eu lembrei. Agora pra finalizar uma seleção de 3 músicas que combinam com esse post.




14 de abril de 2016

CEM PALAVRAS


Eu não estou ficando louco
É você que está lendo pouco
Minhas poesias estão esgotadas
Não consigo escrever mais
Tudo que escrevi agora pra mim são banais
Por isso quer serão eliminadas

Não construo mais poesias belas
Tenho vontade de aparecer nas telas
Sei que não sou um grande ator
Mas gostaria de ser um renomado comediante
Para ver sorrisos brilhosos como um diamante
Gostaria também poder andar de carro sem motor

Enquanto não sou comediante espero
Estou com dúvida se quero
Se faço rir ou ensino
Pois prefiro lecionar literatura
Sou fascinado por cultura
Essas decisões serão meu destino

Arthur Claro


Essa poesia foi criada com cem palavras e sem muita criatividade, quem quiser pode contar as palavras e verá que existe as cem palavras. A imagem é meramente ilustrativa.

11 de abril de 2016

TODO POBRE FAZ...

    • ... Esquentar a ponta da caneta esferográfica para ver se ela volta a funcionar;
    • ... Lamber a tampa do iorgute;
    • ... Entrar nas lojas e quando o vendedor se aproxima, diz "que só está olhando";
    • ... Aproveita a garrafa do refrigerante para colocar água na geladeira;
    • ... Usa o copo do requeijão/geléia para dar água para a visita;
    • ... Ao receber visitas em casa, mostra toda a casa para ela;
    • ... Fecha o saco de arroz/açúcar  com prendedor de roupa;
    • ... Coloca água no shampoo para render mais;
    • ... Usar camisas velhas como panos para limpar a casa;
    • ... Comer na frente da TV;
    • ... Colocar um monte de imãs enfeitados na geladeira;
    • ... Guardar feijão no pote de sorvete.
Se faltou alguma coisa que todo pobre faz deixe no comentário, eu não quis fazer piada com a classe social de ninguém, aqui em casa quase todo os quesitos são afirmativos.

8 de abril de 2016

7 de abril de 2016

SAUDADES (GRANDES UNIÕES CARINHOSAS DE SORRISOS INCRÍVEIS E FELIZES)


Um dia me perguntei o motivo da chuva
E por que o céu fica com uma cor turva
Mas a natureza é sábia nas suas criações
Dias chuvosos me parecem monótonos e sem sentido
Sem a sua companhia me sinto perdido
Eu sinto meu coração palpita exaltando minhas emoções

Agora sinto surgir uma loucura de sair correndo
Sinto também que estou te perdendo
O que será que posso fazer para te encontrar
Uma tarde sem você sou um nada
Várias lágrimas molhando minha face desanimada
Tenho saudades de te ver e te abraçar

Por mais que o tempo passe eu não te esqueço
No meu coração te guardo e te aqueço
Aonde eu for quero você por perto
De você vou sempre sentir saudades
Na minha memória vai ficar as felicidades
Por um tempo indefinido vou sentir um aperto

Arthur Claro


Essa poesia foi criada em homenagem ao meu Vô Carlos e minha Vó Izaura (avós maternos) e ao meu primo Gustavo que foram embora cedo demais. Essa poesia tem inspiração na música Love in the Afternoon que inicia esse post.