4 de junho de 2015

NÃO TEM NOME ESSA POESIA


Eu para te conquistar de tudo faço
Uso roupa de bailarina e até de palhaço
Compro rosas e chocolates para te presentear
Poesias românticas escrevo sempre que puder
Você me enfeitiçou fazendo eu te amar quando você quiser
Numa praça ou numa praia te levo pra passear

O nosso amor tem que ser grande que nem o espaço
Um belo presente que te entrego vem com um enorme laço
A bela blusa que fiz com carinho e amor no velho tear
Quando você sentir vontade de expressar pode dizer
Romance lindo que nunca vou me esquecer
Numa noite bela e romântica com você quero cear

Um retrato seu fiz com um firme e perfeito traço
Sinto seu perfume delicioso perfeitamente num abraço
Verdadeiro amor é inteiro e não adianta mear
Os minutos ao seu lado nenhum quero perder
Seu lábio rubro eu não quero de jeito nenhum ceder

Um abraço caloroso para afastar de esse grande gear

Arthur Claro

Essa poesia foi criada sobre o amor, que já nasceu sem nome e eu então escolhi esse nome e então o nome dela é esse e não quero sugestão de nomes.

4 comentários:

  1. Linda a sua poesia sem nome Arthur!
    Me parece que retrata de certo um certo modo, grande e belo amor, talvez não correspondido, porém o amor ainda assim é lindo...
    Mesmo com todo o imenso sofrimento que cause a quem ama só, e até em muitos casos pela história afora levando a loucura, e até a morte...
    E olha que falo com conhecimento de causa...
    Bjus mil e bom feriado!!!

    http://simplesmentelilly.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. É um título original, sim!
    Gostei do poema.
    Ah o amor! Um sentimento tão forte que tanto alegre como deprime.
    Bom fim de semana

    ResponderExcluir
  3. Oi Arthur
    Gostei da poesia sem nome
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Linda poesia! Eu já escrevi muita poesia, faz tempo que não faço isso, mas a sua me fez querer voltar a escrever!

    http://www.guardiadememorias.com/

    ResponderExcluir