31 de agosto de 2016

AUMENTANDO A LÍBIDO

Quando foi que eu criei Lucrécio e Helenna? A resposta exata foi no dia 20 de janeiro de 2015. Mas estas personagens foram geradas na minha cabeça e tiveram o nascimento no conto "A NOIVA VESTE LUTO" que tive o prazer de dar a luz a eles, pois até o presente momento foram os meus melhores "filhos", pode ser que muitos achem que a minha Helenna é cópia da Helena do autor Manoel Carlos, mas não são nada parecidas estas duas personagens, a minha tem um "N" a mais do que a do Manoel, a minha é somente uma e a do Manoel já foram várias, o Lucrécio por sua vez não conheço nenhum xará dele, pois quando eu gerei ele, foi muito por acaso e o nome surgiu na minha mente, pode ser que um Anjo assoprou na minha mente e então aconteceu. Após ler esta origem quero aqui listar a ordem cronológica dos contos para que vocês acompanhem ou reacompanhem os meus "filhos".


















QUERO DIZER QUE O FINAL OU TALVEZ FINAL ACONTECERÁ EM BREVE, SE OS MEUS "FILHOS" AINDA ME PERMITIREM QUE A MINHA CRIATIVIDADE FUNCIONE, IREI PROLONGAR ESTES CONTOS. QUERO AGRADECER A ATENÇÃO DE TODOS E ATÉ BREVE.

30 de agosto de 2016

UM MOMENTO EM CONJUNTO, PORÉM SEPARADOS

Lucrécio olhava seu reflexo no espelho e via que estava com uma barba enorme e o cabelo todo bagunçado, mas ele não queria mudar este visual, ele só queria encontrar a sua amada Helenna, as horas pareciam não querer colaborar com este encontro, enquanto isso Helenna tomava o seu banho relaxante para amenizar a líbido, ela também estava ansiosa para rever o seu amado, ela deixava a água fria percorrer todo o seu corpo, ela ficava tentando não pensar muito em sexo, pois queria esperar o momento certo para ter uma bela noite de amor e prazer com Lucrécio. Alguns minutos mais tarde, cada um na sua cama olhando para o teto fazendo declarações de amor e imaginando o tal reencontro que ocorrerá em breve, Lucrécio está somente de cueca e seu membro está em repouso, Helenna por sua vez está somente com uma camisola de cetim rosa, os biquinhos dos seios estão levemente dando sinal de vida, a sua vagina está sem nenhum pelo e não está úmida, os dois estão sorrindo à toa e de repente uma brisa passa pelos dois que ficam mais atentos, mas logo eles falam "Boa Noite" ao léu e pegam no sono. 

29 de agosto de 2016

HELENNA SENDO HELENNA

Após ler a carta, Helenna sorriu e não conteve as lágrimas que brotavam em seus olhos, ela tinha se lembrado claramente de seu amado, as palavras da carta escritas com a caligrafia não tão belas, porém compreensiva a deixava emocionada.
Enquanto isso, Lucrécio estava preparando as malas para retornar aos braços de sua amada. Em um momento de pensamento conjunto aconteceu uma comunicação de almas, Lucrécio se transportou fazendo-se presente ao lado da sua amada Helenna, ela por sua vez sentiu um arrepio no pescoço, Lucrécio disse no ouvido dela:
- Mor, que cheirosa você está. Seu cheiro me deixa excitado.
- Ah para Mor, você que é tarado incontrolável. - Disse ela sorrindo maliciosamente.
Os dois estavam excitados que pareciam estar realmente juntos, Helenna como sempre ansiosa para rever o amado e tocar o corpo dele com as mãos e com os lábios, ela roía as unhas e começa andar de um lado para o outro tentando se acalmar, ela decide se despir e tomar um banho gelado para ver se o fogo da líbido seja extinto.

26 de agosto de 2016

A CARTA

Querida Helenna

Venho por meio desta carta, sei que é algo muito antigo escrever cartas, mas eu gosto de ser diferente e então resolvi te escrever esta carta. Estou com saudades e ainda sinto o seu perfume adocicado só de imaginar você, após 1 ano, 3 meses, 28 dias, 8 horas e 30 minutos retorno a vida, sim estava morto, pois estava sem você e sem a sua presença por mais que não seja física como queríamos, então por isto quis escrever uma carta para você me sentir perto só por ler as minhas letras com caligrafia não muito agradável, você deve continuar linda, mas o que venho dizer é que o meu amor por você não se findou e muito menos ficou menor do que era antes, fiquei  sumido por alguns motivos que não vem ao caso eu contar nesta carta.

"Se o dia amanhecer chovendo, lembre-se do guarda-chuva, se o dia amanhecer com Sol, lembre-se do protetor solar, se um dia você ficar triste, lembre-se que eu posso te alegrar, se um dia você ficar feliz, lembre-se que eu quero participar, se você esquecer de mim, lembre-se que você pode estar com Alzheimer",

TE AMO HELENNA.

ASS: Lucrécio

25 de agosto de 2016

POESIA QUE NÃO MERECE RIMA


Aquela escritura sem intenção vai virar poesia
Balança o pensamento igual à maresia
Como pode umas letras se transformar em palavras?
Deleite do leitor voraz do que o poeta escreve
Esperando a inspiração observando o cair de uma chuva breve
Frases curtas e longas com objetivações raras

Garrafa de uísque no final em cima da escrivaninha
Homenagear uma antiga namoradinha
Incrível é lembrar coisas boas do passado
Já que o presente não tem uma diversão
Kátia é o nome da antiga paixão
Lembro-me do dia do nosso encontro inesperado

Mais um gole pra molhar a garganta seca
Na minha velha vitrola toca um solo de rabeca
Ouço atento pra ver se consigo escrever algo
Poesia que não merece rima
Quero que essa poesia seja a minha obra-prima
Receberei o título de fidalgo?

Sou esse mentecapto que escreve sem pensar
Texto legível que muitos irão copiar
Um dia vai ser a lembrança das crianças do futuro
Versos inspirados na minha criatividade
Xixica não é o que pensa com maldade
Zombei de todos agora vou dormir no quarto escuro

Arthur Claro

Essa poesia foi criada utilizando quase todas as letras do alfabeto, mas esta poesia não é sobre nada e sobre tudo ao mesmo tempo, escrevi mais para esvaziar a cabeça. A Kátia não é nenhuma garota que tive relacionamento, foi só o nome que veio na mente na hora que estava escrevendo a poesia. O significado de Xixica está no dicionário, procurem. A imagem foi retirada do Google e eu só achei ela bonita e resolvi colocar aqui para ilustrar a poesia.

19 de agosto de 2016

COMERCIAIS DIFERENTES QUE PROVAVELMENTE VOCÊ NÃO VIU...

O parceiro Emerson Garcia, me sugeriu na entrevista e então seguindo a sugestão fui até o Youtube, fiz algumas buscas e acabei encontrando os seguintes vídeos que para mim são os mais diferenciados e ilógicos que existem, não tem nenhum brasileiro, mas vale a pena ver. Quem não estiver preparado para ver os vídeos procurem assistir Peppa Pig.

Comercial da camisinha Skin Skin

Comercial do cigarro eletrônico Blu

Comercial da Doritos

Comercial da Bridgestone

Comercial do Burger King

Comercial do desodorante Axe

Comercial do fone de ouvido Zippearz

Comercial da camisinha Durex

Comercial do Microsoft Office XP

Comercial da Goodyear

Vale lembrar que eu não ganhei nada para fazer este post, eu gostei de todos, mas o que eu achei mais genial foi da camisinha Durex, pois achei bem bolado. Se alguém quiser sugerir posts, pode se sentir a vontade de deixar nos comentários.

18 de agosto de 2016

ADMIRADOR SECRETO


A beleza de uma mulher tem várias formas de cantar
Mas a mais bela é dizer seu nome numa poesia
Assim pode fazer surgir um sorriso de se encantar
Infinitas vezes dizer que ela é bonita toda hora do dia
Roubar ou pegar emprestado algumas rosas para alegrar a vida dela
Amar completamente ela sem quer mudar o jeito da mulher bela
É mais ou menos assim que os poetas conquistam suas musas
Mais nem sempre a musa abdica seu amor pra ficar com o poeta
Um sonho romântico que pode ser sonhado em tempos de chuvas
Impossível ver beleza no desenho de um amor tem um coração com uma seta
Tanto que se tem uma seta é porque não existe amor
O sentimento que devia ser de amor deve ser de desamor
Logo que o poeta se apaixona pela musa quer deixá-la muito feliz
Incrivelmente ele faz tudo pra não deixar ela sem atenção
Não tem minuto que ele deixa ela infeliz
Doce e linda é as qualidades que ela que só quem vê é aqueles que possuem uma boa visão
Agora o poeta espera uma resposta da sua musa amada

Arthur Claro

Essa poesia foi criada para nenhuma mulher especifica, é somente uma poesia de amor que escrevi.

11 de agosto de 2016

O IMUNDO


Aquele dia já nasceu errado
Ninguém quer ser culpado
Inocente é até ser julgado
Quando isso terá acabado?
Um grito surgirá assustado
Isso fará qualquer um ficar preparado
Longe, perto, distante ou ao lado
Após o susto o dia ficará calado
Rua final do trânsito parado...

Arthur Claro

Essa poesia foi criada para fazer uma crítica sobre tudo. Então fica a critério de vocês (leitores) de dizer sobre o que esta poesia critica. A imagem foi retirada do Google e é meramente ilustrativa.

10 de agosto de 2016

ENTREVISTA NEM TÃO SÉRIA

ARTHUR CLARO: Você acha que daqui 10 anos, você vai estar mais jovem ou menos jornalista?

EMERSON GARCIA: Acho que mais jovem, porque eu gosto de curtir a vida da melhor forma possível e sabendo aproveitar cada momento.

ARTHUR CLARO:Qual o jornalista que te motiva a ser jovem?

EMERSON GARCIA: Gosto muito da Glória Maria, porque ela transparece inteligência, beleza e vigor, mesmo já sendo uma senhora, digamos assim. Ela me faz apaixonar-me mais por essa profissão.

ARTHUR CLARO: O que mais te interessa no Brasil?

EMERSON GARCIA: Sem dúvidas, as pessoas do Brasil me apaixonam, me fascinam e me interessam. Mesmo que as pessoas digam que brasileiro é mentiroso, trapaceiro, enganador e corrupto, eu ainda acredito no brasileiro. Tem muitos que são incríveis por aí!!

ARTHUR CLARO: Quando você vai no banheiro, você usa o jornal para ler as cagadas ou caga para se limpar com o jornal?

EMERSON GARCIA: Risos! Definitivamente acho que faço algo que se encaixa mais na primeira opção. Quando vou ao banheiro, gosto de levar o celular pra curtir fotos no Instagram e ver Snaps. E agora o Instagram Stories das pessoas que sigo. Faço isso mais pra distrair e passar tempo mesmo. O que vejo nessas redes sociais não sei se encaixa como "Cagadas". Risos

ARTHUR CLARO: O Jornal Hoje que passará amanhã é o jornal do futuro?

EMERSON GARCIA: Sim, inevitavelmente as notícias do Jornal Hoje de amanhã serão novidade para muitas pessoas.

ARTHUR CLARO: Quantas matérias foram necessárias para você se considerar um jornalista?

EMERSON GARCIA: Acho que algumas. Umas cinco, talvez. Quando vi duas matérias minhas publicadas no Jornal da Comunidade daqui de Brasília, quando tive duas matérias com páginas duplas na faculdade; e quando fiz a cobertura de uma "peste de esperanças" na faculdade que estudava. Essa última experiência, em especial, desafiou-me e colocou em minhas veias características jornalísticas que tenho até hoje. Essas matérias que citei são os meus meus maiores orgulhos até agora. Foram incríveis.

ARTHUR CLARO: Qual é a notícia que você teve mais ódio de fazer?

EMERSON GARCIA: Acho que foi quando tive que escrever sobre o segundo bloqueio do whatsapp para o blog. Já havia escrito sobre o tema, e tive que escrever de novo. No início tive ódio, mas depois foi amenizado, pois falei de outros aspectos que não tinha falado no primeiro post. Recentemente teve outro bloqueio né? mas desse não me aventurei a escrever. risos.

ARTHUR CLARO: Se você tiver a oportunidade de entrevistar seu ídolo, qual pergunta você faria para começar?

EMERSON GARCIA: Por favor, me segue no instagram e curte o meu blog? Risos.

ARTHUR CLARO Você gostaria de fazer a cobertura de qual evento histórico?

EMERSON GARCIA: Do passado, queria cobrir a queda do muro de Berlim, pois creio que foi emocionante e marcante. Do futuro, queria cobrir o fim do mundo. Acho que seria tenso, mas muito interessante. Risos

ARTHUR CLARO: Você poderia me sugerir um post?

EMERSON GARCIA: Claro. Você pode fazer um post sobre propagandas ilógicas. Por exemplo, o comercial acho que do Greenpeace que fala pra fazermos xixi no box do banheiro para economizarmos água, mas se você pensar bem, você não economiza, porque vai ficar um mal cheiro e você vai ter que lavar o banheiro frequentemente e com isso vai gastar mais água. 

Esta entrevista não tem imagem para ilustrar, pois o site Bitstrips que eu utilizo para fazer a ilustração está fora do ar, também tem um outro detalhe, o "bar" foi trocado, não foi feito no Facebook, fomos para o boteco WhatsApp.

5 de agosto de 2016

PARCERIA 5

Há um tempo atrás estava de bobeira vendo os comentários recentes deste blog e então surgiu uma proposta de parceria, eu vi que era um pedido de um comentarista frequente aqui, ele sempre deixou seu ponto de vista, então pensei e aceitei o pedido dele, entrei em contato, conversamos, fechamos a parceria e combinamos de fazermos posts em ambos os blogs sobre assuntos variados. O blog dele se assemelha com o meu com algumas diferenças, porém com bem mais conteúdo bem mais planejado que este, mas espero que esta nossa parceria dê frutos bons para ambos e que estas curiosidades sejam bem aceitas por vocês. Chega de enrolação e conheçam o Jovem Jornalista (CLIQUE AQUI)


4 de agosto de 2016

DESEJO PROIBIDO


Quando foi mesmo que nos conhecemos?
Sei que ficar junto não podemos
Pois você já é compromissada
Eu sou um simples rapaz sozinho
Mas a minha amizade com você terá muito carinho
Sejamos amigos já que você não pode ser minha namorada

Desculpe-me penso em você diariamente
Sou um grandioso e esplêndido demente
Sua doce voz me deixa fascinado
Você é muito linda e graciosa
Se eu pudesse te presentearia com uma rosa
Desculpe-me novamente esqueci que eu não sou seu namorado

Tento fortemente tirar você dos meus pensamentos
Minhas tentativas são fracassadas não adianta eu fazer lamentos
Pois não posso mesmo ficar contigo
Farei de tudo para termos uma grande amizade
Quando isso acontecer viveremos uma grande felicidade

Aqui se despede seu futuro verdadeiro amigo

Arthur Claro

Essa poesia foi criada sobre um desejo proibido que tive, mas infelizmente só tive a amizade e hoje em dia nem isso tenho mais.