4 de agosto de 2016

DESEJO PROIBIDO


Quando foi mesmo que nos conhecemos?
Sei que ficar junto não podemos
Pois você já é compromissada
Eu sou um simples rapaz sozinho
Mas a minha amizade com você terá muito carinho
Sejamos amigos já que você não pode ser minha namorada

Desculpe-me penso em você diariamente
Sou um grandioso e esplêndido demente
Sua doce voz me deixa fascinado
Você é muito linda e graciosa
Se eu pudesse te presentearia com uma rosa
Desculpe-me novamente esqueci que eu não sou seu namorado

Tento fortemente tirar você dos meus pensamentos
Minhas tentativas são fracassadas não adianta eu fazer lamentos
Pois não posso mesmo ficar contigo
Farei de tudo para termos uma grande amizade
Quando isso acontecer viveremos uma grande felicidade

Aqui se despede seu futuro verdadeiro amigo

Arthur Claro

Essa poesia foi criada sobre um desejo proibido que tive, mas infelizmente só tive a amizade e hoje em dia nem isso tenho mais.

2 comentários:

  1. Nossa... Que triste 😞
    As letras são bonitas, mas carregadas de tristeza. Pelo menos passou e vc já não sofre mais (eu acho). Bjs AC

    ResponderExcluir
  2. Belo texto. Sei que esse saiu do fundo do coração.

    http://jj-jovemjornalista.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir