10 de março de 2016

A REALIDADE


Caminho cheio de flores

Um horizonte indescritível
Uma cachoeira muito linda
Sem a sua presença é diferente
Não vejo essas belezas ao meu redor
Tem destruição e sujeira em tudo que vejo
Sol iluminando a cada amanhecer
Uma brisa leve pra refrescar pensamentos
Pássaros cantando belas melodias
Fico sem ouvir, sentir e olhar sem você por perto
Nada é tão belo que pareça me agradar
O perfume da rosa cede lugar ao cheiro do lixo
As borboletas estão namorando as flores
Formigas buscando alimentos para sobreviver
Uma grande árvore fazendo uma fresca sombra
Só vejo as fábricas poluindo os rios
Os sons das máquinas são ensurdecedores
A natureza esta dando lugar a muita tristeza


Arthur Claro


Essa poesia foi criada para mostrar um pouco da realidade que nos mostra e às vezes nós não vemos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário