27 de março de 2014

EU UM AEDO INSANO



Sou um aedo melancólico, bucólico e um escasso alcoólico
Minhas poesias são feitas na base do ócio criativo
Sou um aedo diferente não vou a tavernas
E não tenho muitos amigos que escrevem
Minha musa inspiradora é a minha mente
Eu não bebo um cálice de vinho tinto de sangue
Ficarei grato quando alguém ler as minhas poesias num recital

Arthur Claro

Essa poesia é uma das primeiras poesias que escrevi, fiz um autorretrato, descrevi algumas inspirações que na época eram usadas para criar, algumas continuam e outras nem tanto, mas o importante que não parei de produzir poesias. Ainda tenho o sonho de alguém ler as minhas poesias num recital.

25 de março de 2014

SÃO PAULO FUTEBOL CLUBE

Tenho orgulho de dizer que sou São Paulino, pois foi esse time que eu escolhi torcer quando era pequeno, não fui influenciado pelo meu pai, que é Corintiano, não lembro de ter muita influência na escolha, mas o importante que eu escolhi esse time que me trouxe alegrias e algumas tristezas (normal de futebol e da vida), tive a oportunidade de conhecer o Morumbi (estádio que muitos timecos alugam para fazer seus jogos, por não terem estádios próprios) num jogo de quartas de final da Copa Sul Americana, o jogo terminou empatado em 0 a 0, mas o importante foi estar vendo os jogadores sem ser pela TV, tenho vontade de voltar mais vezes lá e ver meu time ganhar.

                                                    
                                                    
                                                    

Não faço parte da torcida organizada do São Paulo, sou da paz, da torcida por um futebol sem violência dentro e fora de campo, SEM RACISMO.

Aqui um belo exemplo de beleza dupla (a atriz Fernanda Paes Leme e o manto sagrado tricolor)