4 de dezembro de 2014

FIM DE TARDE




Um jovem casal apaixonado observando o Sol indo embora
E as ondas do mar beijando as areias da praia sem demora
O romantismo desse paraíso faz acabar os limites desse amor
Beijos demorados do jovem casal na eterna Lua-de-mel
Esse amor está escrito nessa folha de papel
Frio repentino faz um abraço romântico aquecer sem tremor

A lua ilumina a praia e o casebre de madeira dos apaixonados
Um maravilhoso jantar é preparado pelos namorados
Beijos lambuzados de molho de tomate do macarrão
Corpos colados descansam ao brilho do luar
Os dois apaixonados não param de se declarar
O fogo dos corpos faz esquentar essa paixão

Despontando o Sol radiante ilumina a pequena cidade
Os namorados acordam na maior felicidade
Beijos e abraços carinhosos fazem que se esqueçam do mundo
Apaixonados eles curtem o mar indo e vindo devagar
Um cenário que é impossível não se apaixonar
O amor desses jovens é muito profundo

Arthur Claro

Essa poesia foi criada para ilustrar um romance de um casal que eu criei, não é real o fato ocorrido na poesia, essa poesia tem uma continuação que em breve irei postar.

4 comentários:

  1. Bela poesia.

    Abraços.
    www.dilemascotidianos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. O amor é sempre lindo e forte ,amigo!
    vamos aguardar a continuação....
    bom final de semana!
    http://www.elianedelacerda.com

    ResponderExcluir
  3. Amei a poesia!

    http://simplesmentelilly.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir