24 de julho de 2014

A AMANTE VAMPIRA


Oh precioso alimento que me fortalece
As noites frias tardam a chegar
Sua tez branca brilha quando a LUA ilumina
As suas presas aniquilam rapidamente sua vítima
Um puído e pulcro caixão é agora sua nova moradia
Queres uma companhia para agradar a sua solidão
Ardil preparado antecipadamente por você

Soberano é a quem você terá que respeitar
Príncipe das Trevas será seu aliado a toda hora
Você não precisa de passagem para ir para outros países
A única coisa que precisa é imaginar e logo estará no local
O tempo passa e seu apetite aumenta gradativamente
Você sente que uma jovem se aproxima rapidamente
Ela passa com passos tranqüilos e você se apresenta

Vocês agora começam se beijar alucinadas
Ela já extasiada se entrega completamente a você
Não agüentando mais você beija o pescoço dela
Vai preparando para saciar com o alimento da jovem
Ela cai na sarjeta e onde ficará até ser encontrada
Você continua sua caminhada com alimento no seu organismo
Num cabaré cheio de cuias você entra para se divertir com o show

Uma jovem aparece no pequeno palco com pouca roupa
Ela dança aformoseando todos que ali estavam presentes
Teus seios começam a reagir com a dança sensual da jovem
Você começa a passar sua mão no meio das suas pernas
Aflorando seu lado humano que ainda resta
Você a chama para uma dança especial particular
Ela chega e você crava suas presas no pescoço da moça

Arthur Claro

Essa poesia foi criada para mostrar que eu gosto de vampiros, não aqueles que brilham purpurina no Sol, quis mostrar a minha visão sobre essa criatura que fascina muitas pessoas ao mesmo tempo não agrada.

4 comentários:

  1. Bem sexy...

    http://meucarpediem.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Essa é a poesia que gosto de ler.
    Você é foda menino.

    Abraço
    http://rodrigobandasoficial.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Legal a poesia vampiresca...
    Eu, já gosto dos vampiros da série True Blood :D
    Abçs

    http://simplesmentelilly.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir